Economia 10.º Ano – Questões de Exame Nacional: Unidade 2 – Necessidades e Consumo

Questões de Exame Nacional de Economia A
Unidade 2 – Necessidades e Consumo

Questão de Escolha Múltipla:

1. Um dos objetivos associados aos movimentos consumeristas é o de

(A) defender os interesses dos produtores e dos vendedores.
(B) estimular padrões de consumo massificados.
(C) promover os direitos dos consumidores.
(D) proteger os interesses das pequenas e médias empresas.

2. Uma das consequências do consumismo é

(A) a preservação dos recursos naturais.
(B) o aumento da taxa de atividade.
(C) a diminuição do rendimento pessoal.
(D) o endividamento das Famílias.

3. A sensação de sede vai desaparecendo à medida que vamos ingerindo quantidades adicionais de água, até que a necessidade de beber água desaparece. A característica das necessidades que a afirmação anterior ilustra é a

(A) intensidade.
(B) saciabilidade.
(C) substituibilidade.
(D) multiplicidade.

4. Num dado país, o rendimento disponível médio das famílias foi 21 600 euros, em 2013, e 25 000 euros, em 2014. A poupança das famílias foi 5% do seu rendimento disponível médio, em ambos os anos. Considerando-se que o coeficiente orçamental das despesas em alimentação foi 11%, em 2013, e 10%, em 2014, podemos afirmar que a despesa anual média das famílias em alimentação

(A) foi 2375 euros, em 2014.
(B) foi 2500 euros, em 2014.
(C) foi 2376 euros, em 2013.
(D) foi 2052 euros, em 2013.

Questão de Desenvolvimento:

1. Leia o texto que se segue.

Para analisar as alterações no consumo, à medida que um consumidor vai ficando mais rico,
é preciso saber o que acontece ao total das despesas de consumo e ao peso de um certo
bem no total dessas despesas. Será que, por exemplo, à medida que o rendimento aumenta,
considerando os preços constantes, o consumidor vai comprar mais pão? E será que o peso do
pão no total das despesas de consumo aumentará?
João L. César das Neves, Introdução à Economia, Lisboa, Verbo, 1997, p. 125 (adaptado)

– Explicite, com base no texto e na lei de Engel, as alterações esperadas no nível e na estrutura do consumo das famílias, na sequência do aumento do respetivo rendimento.

Fonte: IAVE, consultado a 5 de junho de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *