Exame Nacional de Geografia 2020 – 2.ª Fase – Energias Renováveis, Energias Não Renováveis, Postos de Carregamento Elétrico Rápido e Mobilidade Elétrica

Exame Nacional de Geografia 2020 – 2.ª Fase – Versão 1
Questão 7

7. A promoção da mobilidade sustentável é um dos objetivos para Portugal no horizonte 2030. Neste âmbito, uma das linhas de atuação assenta na promoção e apoio à mobilidade elétrica, através do incentivo à introdução de veículos elétricos e do reforço das infraestruturas de carregamento.
Fonte: Plano Nacional de Energia e Clima. Linhas de atuação para o horizonte 2021-2030. Janeiro de 2018.
in https://www.portugal.gov.pt (consultado em outubro de 2019). (Texto adaptado)

Na Figura 5, estão representados alguns postos de carregamento elétrico rápido existentes em Portugal
continental, em 2018.

7.1. De acordo com a Figura 5, em Portugal continental, em 2018, a maioria dos postos de carregamento elétrico rápido localiza-se
(A) na faixa litoral, entre Setúbal e Viana do Castelo, servida pela rede de itinerários principais.
(B) nas regiões fronteiriças, a norte de Portalegre, dotadas de boa acessibilidade a Espanha.
(C) na Área Metropolitana do Porto, servida por uma rede intermunicipal de estradas muito densa.
(D) nas sedes de distrito do território continental, conectadas pela rede rodoviária complementar.

7.2. A aposta de Portugal na mobilidade elétrica, para o horizonte 2030, visa, principalmente,
(A) melhorar o funcionamento da rede de transportes públicos.
(B) diminuir o tráfego nas áreas urbanas.
(C) reduzir a sinistralidade rodoviária nos itinerários principais.
(D) aumentar a descarbonização nas cidades.

7.3. A deslocação diária de pessoas nas áreas metropolitanas exige uma gestão concertada por parte de todos os intervenientes.
Duas das propostas, com vista a melhorar a qualidade de vida dos cidadãos, são:
A – a expansão da rede de metropolitano;
B – a promoção da multimodalidade nos transportes.

Selecione uma das propostas, A ou B. De acordo com a proposta selecionada, apresente duas vantagens, explicando de que modo se refletem na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos.

Correcção: AQUI
Fonte: Iave, consultado a 10 de setembro de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *