Filosofia 10.º Ano – Determinismo Radical

– A acção humana – análise e compreensão do agir:
• Determinismo Radical.

– O determinismo radical defende:
• Que não existe livre-arbítrio, o que implica a total desresponsabilidade do sujeito.
• O mundo começou a ser entendido à luz das relações causa-efeito.
As relações causa-efeito, é uma relação de dependência e derivação necessária, ou seja, o efeito não existiria sem a causa, e não pode não derivar da causa.
• Para o determinismo radical,o passado controla o futuro. O sujeito é incapaz de controlar o passado, o presente e o futuro, assim, qualquer acontecimento resulta de causas que o antecederam, de acordo com as leis imutáveis da natureza.
• Considerando que tudo o mundo obedece a um conjunto de leis naturais e que nem a ação humana escapada ao determinismo tem como consequência a negação do livre-arbítrio.
• O determinismo radical nega a liberdade da ação humana.
• Existe Incompatibilismo entre a liberdade e o determinismo natural.

– Principais objecções ao determinismo radical:
• Argumento da experiência e da responsabilidade.
• O Universo não constitui um sistema determinista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *