Filosofia – Verdade e Validade

– A dimensão discursiva do trabalho filosófico

– A Verdade e a Falsidade ocorrem apenas ao nível das Proposições.
– A Validade e a Invalidade são atributos dos Argumentos.

– Argumento Dedutivo:
• É aquele cuja verdade das premissas garante a verdade da conclusão;
• Só é válido, quando as premissas garantem apoio absoluto à conclusão e desta forma é logicamente impossível que as premissas sejam verdadeiras e a conclusão falsa.

– Argumento Não Dedutivo:
• É aquele cuja a verdade das premissas apenas sugere a probabilidade de a sua conclusão ser também verdadeira;
• As premissas apenas dão suporte parcial à conclusão, pelo que a conclusão é apenas recomendada

2 comentários em “Filosofia – Verdade e Validade”

  1. Boa noite. Preciso de ajuda para definições sobre validade e verdade com argumentação e exemplos. Muito obrigada.

    1. Boa noite, a Validade ou Invalidade é uma propriedade dos Argumentos, ou seja, um Argumento pode ser válido ou inválido. Por outro lado, as Proposições são Verdadeiras ou Falsas, pois têm valor de verdade.

      Exemplo 1: O silogismo é válido, pois cumpre as regras do silogismo categórico, apesar das premissas e a conclusão serem falsas.

      Todos os portugueses são pintores.
      Bertrand Russell é português.
      Logo, Bertrand Russell é pintor.

      Exemplo 2: Silogismo inválido, não cumpre uma das regras de validade do silogismo categórico, pois de duas premissas negativas nada se pode concluir.

      Nenhum poeta é fumador.
      Nenhum fumador é desportista.
      Logo, nenhum desportista é poeta.

      Cumprimentos,
      Hugo Patrício

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *