Filosofia 11.º Ano – Karl Popper: Etapas do Método Hipotético-Dedutivo (ou Conjetural)

Etapas do Método Hipotético-Dedutivo (ou Conjetural):

– Formulação da hipótese ou conjetura a partir de um facto-problema:
– O ponto de partida da investigação científica são os problemas ou factos-problemas . Um facto-problema surge, em geral, de conflitos decorrentes das nossas expectativas ou das teorias já existentes. Para o resolver, o cientista terá de propor uma explicação provisória – hipótese (ou conjetura): momento criativo da atividade científica, associado à intuição, à imaginação, ao raciocínio abdutivo (raciocínio criativo) e não à indução.

– Dedução das consequências:
– Depois de a hipótese ter sido formulada, são deduzidas as suas principais consequências. Ou seja, na prática o cientista procura prever o que pode acontecer se a sua hipótese ou conjetura for verdadeira.

– Experimentação:
– Agora será necessário descobrir se as previsões que o cientista fez estão ou não corretas: a hipótese será testada, confrontada com a experiência. Os resultados podem, então, mostrar o “sucesso” ou o fracasso da conjetura proposta.
– Se for validada pela experiência, a hipótese é considerada como credível e passará a ser reconhecida na comunidade científica – teoria corroborada.
– Se não for validada, teremos de a abandonar ou de a reformular – teoria refutada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *