Filosofia 11.º Ano – Thomas Kuhn: Os Paradigmas são Incomensuráveis

Os paradigmas são incomensuráveis, isto é, são incomparáveis e incompatíveis. Não podemos comparar objetivamente aquilo que cada paradigma defende, pois correspondem a formas totalmente diferentes de explicar e prever os fenómenos.

Interpretação diferente do progresso da ciência:

O progresso científico não pode ser entendido como um processo contínuo e cumulativo de teorias ou paradigmas cada vez melhores em direção a uma meta ou fim;

Se não podemos afirmar que um paradigma é melhor que o antecessor, também não podemos afirmar que, ao ocorrer uma mudança de paradigma, há uma evolução da ciência para melhor: não podemos dizer que o novo paradigma descreve melhor a realidade que o antecessor.
> A ciência não progride de forma cumulativa e contínua.
>> Recusa da ideia de que a ciência é o único meio para alcançar a verdade (cientifismo Ingénuo).
> As mudanças de paradigmas não implicam a aproximação à verdade.
>> Recusa da visão teleológica da evolução da ciência: a verdade não é a meta para a qual ela se orienta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *