Geografia 10º Ano – Disponibilidades hídricas

Definições essenciais para o tema “Disponibilidades hídricas”:

Precipitação: parte da água precipitada é devolvida para atmosfera através da evapotranspiração e o restante através do escoamento superficial ou escoamento subterrâneo;
Escoamento superficial, infiltração, evapotranspiração dependem: total de precipitação, temperatura, características dos solos, relevo, vegetação, acção humana;
Águas superficiais:
Rios: redes hidrográficas, relevo mais acidentado no Norte explica a maior densidade, maiores rios portugueses (Douro, Tejo, Guadiana, Minho), orientação este-oeste ou nordeste-sudoeste (excepções: Sado, Guadiana), bacia hidrográfica;
Albufeiras: construção barragens, regularização caudais, irrigação agrícola, produção de energia eléctrica, turismo;
Lagos ou lagoas naturais: depressões topográficas, devido à sua dimensão as mais comuns são as lagoas, lagoas de origem marinho-fluvial, lagoas de origem glaciária, lagoas de origem vulcânica;
Águas subterrâneas: resultam da infiltração das águas da precipitação, toalhas freáticas, aquíferos, localizam-se principalmente nas bacias sedimentares, exsurgência, ressurgência;
Águas minerais naturais e de nascente: Recursos do subsolo
Principais problemas na utilização e gestão da água: irregular distribuição da água, poluição, eutrofização, desflorestação, salinização, aumento do consumo de água, sistema de tratamento de águas dos efluentes domésticos e industriais (ETAR);
Eficiência da utilização da água:
Agricultura: técnicas de rega, culturas adaptadas ao clima, reutilização da água;
Industria: utilização de novas tecnologias, tratamento de águas residuais e sua utilização;
Fins domésticos: racionalização do consumo de água.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *