Geografia 10º Ano – Plataforma Continental

Conceitos essenciais para o tema “Plataforma Continental”:
Plataforma Continental: unidade morfológica características dos fundos oceânicos e mais não é que uma extensão da placa continental;
Características: extensão variável, profundidade não ultrapassa os 200 metros, declive pouco acentuado;
Limites: talude continental, zona abissal;
Plataforma Continental Portuguesa: estreita, varia entre 30 Kms a 60 Kms, origem vulcânica na Madeira e nos Açores. Devido a estas condições, Portugal tem uma condição desfavorável para a existência de recursos piscatórios;
Elevada riqueza da Plataforma Continental: agitação das águas, maior penetração da luz solar, menor salinidade das águas, maior riqueza das águas;
Correntes marítimas: especialmente as de águas frias que também são favoráveis à abundância de pescado e a renovação dos stocks piscícolas, uma vez que que a agitação das águas promove a oxigenação das mesmas, a produção de plâncton e o transporte de nutrientes;
Upwelling: consiste na subida à superfície de águas profundas e frias carregadas de plâncton. Esta corrente vertical vem compensar a agua superficial mais quente e pobre em nutrientes que o vento empurra para alto mar. A compensação desta água permite um balanço perfeito muito favorável ao desenvolvimento dos peixes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *