Geografia 11.º Ano – Rede Rodoviária Nacional

– A população, como se movimenta e comunica
• Rede Rodoviária Nacional

– Rede Rodoviária Nacional

Plano Rodoviário Nacional
“Um dos fatores estruturais mais importantes para uma harmoniosa política de ordenamento do território é, sem dúvida, o modo como se encontra organizada a Rede Nacional de Estradas, o que se traduz na existência de um PLANO RODOVIÁRIO NACIONAL, que constitui o instrumento regulador das infra-estruturas rodoviárias nacionais, optimizando as condições da ocupação do solo e do ordenamento do território, tendo sempre subjacente a minimização dos impactes ambientais, o interesse público e o das populações em particular.”

Rede Fundamental, é constituída pelos Itinerários Principais (IP), onde se incluem as Autoestradas que asseguram a ligação entre os principais centros urbanos com influência supradistrital e com os principais portos, aeroportos e fronteiras. Esta rede está integrada na Rede Internacional, permitindo uma ligação mais rápida ao centro da Europa.

Rede Complementar, é constituída pelas estradas que fazem a ligação entre a rede fundamental e os centros urbanos de influência concelhia ou supraconcelhia e pelas estradas que asseguram a ligação dentro das Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto. Os Itinerários Complementares (IC) estabelecem ligações intermédias.
» Na Rede Complementar incluem-se as Estradas Nacionais (EN), dividas em duas categorias: Estradas Regionais (ER) e Estradas Municipais (EM).

Figura n. 1 – Mapa da Rede Rodoviária Nacional
estradas-portuguesas
Fonte: Infraestruturas de Portugal, consultado a 5 de fevereiro de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *