Preparação para o Exame Nacional de Filosofia: Persuasão, Manipulação e Uso da Retórica

1. Leia o texto seguinte.
Texto A
As provas de persuasão fornecidas pelo discurso são de três espécies: umas residem no carácter
moral do orador; outras, no modo como se dispõe o ouvinte; e outras, no próprio discurso […].
Persuade-se pelo carácter quando o discurso é proferido de tal maneira que deixa a impressão
de o orador ser digno de fé. Pois acreditamos mais e bem mais depressa em pessoas honestas,
em todas as coisas em geral, mas sobretudo nas de que não há conhecimento exato e que deixam
margem para dúvida. […]
Persuade-se pela disposição dos ouvintes, quando estes são levados a sentir emoção por meio
do discurso […].
Persuadimos, enfim, pelo discurso, quando mostramos a verdade ou o que parece verdade, a
partir do que é persuasivo em cada caso particular.
Aristóteles, Retórica, 1356a (trad. de Manuel Alexandre Júnior, Paulo Farmhouse Alberto,
Abel do Nascimento Pena), Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda,1998

1.1. Indique as três «provas de persuasão fornecidas pelo discurso» a que o texto se refere.
1.2. Diferencie os dois usos da retórica, a partir do texto.

Respostas:

1.1. As «provas de persuasão fornecidas pelo discurso» a que o texto se refere são o ethos, o pathos e o logos.
1.2. A resposta integra os seguintes aspetos, ou outros considerados relevantes e adequados:
– relação entre bom uso da retórica e persuasão;
– relação entre mau uso da retórica e manipulação;
– relação entre ethos, pathos e logos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *