Exercícios de Preparação para o Exame Nacional de Economia – Questões de Exame Nacional: Unidade 5 – Procura e Oferta

Questões de Exame Nacional – Economia A
1. Segundo a lei da oferta…
A. … a quantidade oferecida de um bem aumenta quando o seu preço diminui.
B. … o preço de um bem aumenta quando a quantidade oferecida desse bem aumenta.
C. … a quantidade oferecida de um bem aumenta quando o seu preço aumenta.
D. … o preço de um bem aumenta quando a quantidade oferecida desse bem diminui.

2. A figura que se segue apresenta as curvas da procura e da oferta do bem X, num mercado
de concorrência perfeita. Da análise da figura pode concluir-se que…

A. … o preço de equilíbrio de mercado é p1.
B. … o equilíbrio de mercado estabelece-se a um preço inferior a p1.
C. … a quantidade procurada supera a quantidade oferecida ao preço p1.
D. … as empresas só atingem os seus objectivos de lucro ao preço p1.

3. Um mercado de monopólio caracteriza-se pela existência de…
A. … muitos vendedores e alguns compradores.
B. … alguns vendedores e um comprador.
C. … muitos vendedores e um comprador.
D. … um vendedor e muitos compradores.

[…]

Aqui estão apenas as três primeiras questões de exame, no Scribd podem consultar e guardar a ficha completa com todas as questões (doze no total) e as respectivas soluções.

Economia 10.º Ano – Questões de Exame Nacional: Unidade 5 – Preços e Mercados

Exame Nacional de Economia A
Preços e Mercados

Questões de Escolha Múltipla:

1. A estrutura do mercado de concorrência monopolística distingue-se da estrutura do mercado de concorrência perfeita, entre outros aspetos, porque

(A) os bens transacionados são, respetivamente, homogéneos e diferenciados.
(B) os bens transacionados são, respetivamente, diferenciados e homogéneos.
(C) o número de vendedores é, respetivamente, elevado e reduzido.
(D) o número de vendedores é, respetivamente, reduzido e elevado

2. A homogeneidade do produto é um dos pressupostos do mercado de concorrência perfeita. Este pressuposto significa que

(A) as empresas que actuam nesse mercado têm todas a mesma dimensão.
(B) os consumidores, nesse mercado, adoptam todos o mesmo comportamento.
(C) os bens vendidos nesse mercado têm, para os consumidores, características iguais.
(D) as mercadorias vendidas nesse mercado têm sempre o mesmo preço.

3. Num dado país, em 2014, os mercados do bem X e do bem Y são de concorrência perfeita. O Gráfico 2 apresenta as curvas da procura e da oferta do bem X. O aumento do preço do bem Y provocou uma deslocação da curva da procura do bem X, da posição A para a posição A1.

Considerando-se tudo o resto constante, podemos afirmar, com base no Gráfico 2, que o bem X e o bem Y são

(A) complementares, pois o aumento do preço do bem Y provocou um aumento da procura do bem X.
(B) complementares, pois o aumento do preço do bem Y provocou uma diminuição da procura do bem X.
(C) substituíveis, pois o aumento do preço do bem Y provocou uma diminuição da procura do bem X.
(D) substituíveis, pois o aumento do preço do bem Y provocou um aumento da procura do bem X.

4. Considere que, em 2012, o mercado dos limões, num dado país, apresentava as condições de um mercado de concorrência perfeita. Então, nesse mercado,

(A) os compradores e os vendedores podiam individualmente influenciar o preço do bem.
(B) o produto transacionado entre os intervenientes era diferenciado.
(C) o acesso de todos os intervenientes à informação sobre o mercado era total.
(D) os compradores e os vendedores enfrentavam barreiras à entrada e à saída desse mercado.

5. Os bens vendidos pelas muitas empresas que operam num determinado mercado são percecionados pelos inúmeros consumidores como tendo diferenças e sendo substituíveis entre si. Assim, podemos considerar que a estrutura desse mercado é

(A) de concorrência monopolística.
(B) monopolista.
(C) oligopolista.
(D) de concorrência perfeita.

Questões de Desenvolvimento:

1. Leia o texto que se segue.
Existem mercados em que há muitos vendedores a oferecerem produtos ligeiramente
diferentes. Como os bens não são idênticos, cada vendedor pode determinar, em certa medida,
o preço do seu produto.
Gregory Mankiw, Introdução à Economia, 2001 (adaptado)

1.1 – Indique uma outra estrutura do mercado de concorrência imperfeita, além da mencionada no texto.

2. Leia o texto que se segue.
Pensemos na procura de gelado. Como decidimos quantos gelados comprar por mês e que
fatores influenciam a nossa decisão? Se o preço do gelado aumentar de 70 cêntimos para um
euro a unidade, poderemos optar por comprar uma menor quantidade de gelados, ou poderemos
ainda tomar a decisão de o substituir por iogurte congelado, cujo preço se manteve e que satisfaz
a mesma necessidade.
N. Gregory Mankiw, Introdução à Economia, 1999 (adaptado)

2.1 – Indique dois dos fatores determinantes da procura, além daqueles a que o texto se refere.

Fonte: IAVE, consultado a 20 de junho de 2017

Economia 10º Ano – Mercado de Concorrência Perfeita

Conceitos para o tema “Mercado de Concorrência Perfeita:

Mercado de Concorrência Perfeita: quando existe um elevado número de Vendedores e Compradores e não permite que nenhum deles possa influenciar de forma significativa os preços;
Pressupostos do Mercado de Concorrência Perfeita: atomicidade de mercado (não há influencia no preço), homogeniedade do produto (produtos semelhantes), livre entrada no mercado (podem entrar ou sair livremente), transparência perfeita (livre acesso as informações), mobilidade dos factores (deslocaçao da unidade produtiva);
Formação do preço em concorrência perfeita: preço de cada bem é determinado pelo mecanismo do mercado e da relação da oferta e da procura, eliminação dos factores que perturbam o equilibrio, ponto de equilibrio, quantidade de equilibrio.