Exercícios de Preparação para o Exame Nacional de Economia – Questões de Exame Nacional: Unidade 5 – Procura e Oferta

Questões de Exame Nacional – Economia A
1. Segundo a lei da oferta…
A. … a quantidade oferecida de um bem aumenta quando o seu preço diminui.
B. … o preço de um bem aumenta quando a quantidade oferecida desse bem aumenta.
C. … a quantidade oferecida de um bem aumenta quando o seu preço aumenta.
D. … o preço de um bem aumenta quando a quantidade oferecida desse bem diminui.

2. A figura que se segue apresenta as curvas da procura e da oferta do bem X, num mercado
de concorrência perfeita. Da análise da figura pode concluir-se que…

A. … o preço de equilíbrio de mercado é p1.
B. … o equilíbrio de mercado estabelece-se a um preço inferior a p1.
C. … a quantidade procurada supera a quantidade oferecida ao preço p1.
D. … as empresas só atingem os seus objectivos de lucro ao preço p1.

3. Um mercado de monopólio caracteriza-se pela existência de…
A. … muitos vendedores e alguns compradores.
B. … alguns vendedores e um comprador.
C. … muitos vendedores e um comprador.
D. … um vendedor e muitos compradores.

[…]

Aqui estão apenas as três primeiras questões de exame, no Scribd podem consultar e guardar a ficha completa com todas as questões (doze no total) e as respectivas soluções.

Economia 10.º Ano – Questões de Exame Nacional: Unidade 5 – Preços e Mercados

Exame Nacional de Economia A
Preços e Mercados

Questões de Escolha Múltipla:

1. A estrutura do mercado de concorrência monopolística distingue-se da estrutura do mercado de concorrência perfeita, entre outros aspetos, porque

(A) os bens transacionados são, respetivamente, homogéneos e diferenciados.
(B) os bens transacionados são, respetivamente, diferenciados e homogéneos.
(C) o número de vendedores é, respetivamente, elevado e reduzido.
(D) o número de vendedores é, respetivamente, reduzido e elevado

2. A homogeneidade do produto é um dos pressupostos do mercado de concorrência perfeita. Este pressuposto significa que

(A) as empresas que actuam nesse mercado têm todas a mesma dimensão.
(B) os consumidores, nesse mercado, adoptam todos o mesmo comportamento.
(C) os bens vendidos nesse mercado têm, para os consumidores, características iguais.
(D) as mercadorias vendidas nesse mercado têm sempre o mesmo preço.

3. Num dado país, em 2014, os mercados do bem X e do bem Y são de concorrência perfeita. O Gráfico 2 apresenta as curvas da procura e da oferta do bem X. O aumento do preço do bem Y provocou uma deslocação da curva da procura do bem X, da posição A para a posição A1.

Considerando-se tudo o resto constante, podemos afirmar, com base no Gráfico 2, que o bem X e o bem Y são

(A) complementares, pois o aumento do preço do bem Y provocou um aumento da procura do bem X.
(B) complementares, pois o aumento do preço do bem Y provocou uma diminuição da procura do bem X.
(C) substituíveis, pois o aumento do preço do bem Y provocou uma diminuição da procura do bem X.
(D) substituíveis, pois o aumento do preço do bem Y provocou um aumento da procura do bem X.

4. Considere que, em 2012, o mercado dos limões, num dado país, apresentava as condições de um mercado de concorrência perfeita. Então, nesse mercado,

(A) os compradores e os vendedores podiam individualmente influenciar o preço do bem.
(B) o produto transacionado entre os intervenientes era diferenciado.
(C) o acesso de todos os intervenientes à informação sobre o mercado era total.
(D) os compradores e os vendedores enfrentavam barreiras à entrada e à saída desse mercado.

5. Os bens vendidos pelas muitas empresas que operam num determinado mercado são percecionados pelos inúmeros consumidores como tendo diferenças e sendo substituíveis entre si. Assim, podemos considerar que a estrutura desse mercado é

(A) de concorrência monopolística.
(B) monopolista.
(C) oligopolista.
(D) de concorrência perfeita.

Questões de Desenvolvimento:

1. Leia o texto que se segue.
Existem mercados em que há muitos vendedores a oferecerem produtos ligeiramente
diferentes. Como os bens não são idênticos, cada vendedor pode determinar, em certa medida,
o preço do seu produto.
Gregory Mankiw, Introdução à Economia, 2001 (adaptado)

1.1 – Indique uma outra estrutura do mercado de concorrência imperfeita, além da mencionada no texto.

2. Leia o texto que se segue.
Pensemos na procura de gelado. Como decidimos quantos gelados comprar por mês e que
fatores influenciam a nossa decisão? Se o preço do gelado aumentar de 70 cêntimos para um
euro a unidade, poderemos optar por comprar uma menor quantidade de gelados, ou poderemos
ainda tomar a decisão de o substituir por iogurte congelado, cujo preço se manteve e que satisfaz
a mesma necessidade.
N. Gregory Mankiw, Introdução à Economia, 1999 (adaptado)

2.1 – Indique dois dos fatores determinantes da procura, além daqueles a que o texto se refere.

Fonte: IAVE, consultado a 20 de junho de 2017

Economia 10ª Ano – Procura e Oferta

Conceitos fundamentais da Procura e Oferta:

Mercado: é um local (físico ou não) onde se encontram os vendedores e os compradores de produtos que são comercializados e para os adquirir temos que dispensar algumas unidades monetárias;
Procura: é a quantidade de bens que os compradores estão interessados em adquirir por um determinado preço;
Lei da procura: a quantidade procurada de um bem ou serviço varia na razão inversa do respetivo preço;
Curva da procura: quantidades de um bem ou seviço que os consumidores esrão aptos e dispostos a adquirir a cada preço alternativo, por unidade de tempo;
Factores que influenciam a procura: rendimentos dos consumidores, preferências dos consumidores, dimensão do mercado, preço de outros bens;
Oferta, é a quantidade de produtos que os vendedores desejam vender por um determinado preço;
Lei da oferta: quantidade de um bem ou serviço varia na razão direta do respetivo preço;
Curva da oferta: quantidades de um bem ou serviço que os produtores estão aptos e dispostos a oferecer aos diversos preços alternativos numa unidade de tempo;
Oferta pode ser: individual, agregada;
Fatores que influenciam a oferta: custos de produção, evolução tecnologica, preços de outros bens, expectativas dos produtores, condições climatéricas.