Geografia – Exercícios de Preparação para o Exame Nacional: Bacias Hidrográficas

Grupo I

Na figura estão representadas, por bacia hidrográfica, as principais origens de águas subterrâneas e de águas superficiais que abastecem mais de 10 000 habitantes, em Portugal continental.

1. As bacias hidrográficas assinaladas com as letras X, Y e W são, respetivamente, as correspondentes aos rios
(A) Vouga, Mira e Guadiana.
(B) Lis, Sado e Guadiana.
(C) Mondego, Sado e Guadiana.
(D) Mondego, Mira e Guadiana.

2. A leitura da figura permite concluir que as principais origens de água para abastecimento de mais de 10 000 habitantes se localizam, sobretudo, a
(A) oeste da bacia hidrográfica do rio Guadiana.
(B) sul da bacia hidrográfica do rio Mondego.
(C) sul da bacia hidrográfica do rio Sado.
(D) norte da bacia hidrográfica do rio Tejo.

3. A orientação dos principais rios das bacias hidrográficas assinaladas, na figura, com as letras Y e W são, respetivamente
(A) sul-norte e norte-sul.
(B) norte-sul e sul-norte.
(C) este-oeste e norte-sul.
(D) norte-sul e este-oeste.

4. A principal utilização das águas subterrâneas verifica-se no setor
(A) urbano.
(B) industrial.
(C) agrícola.
(D) terciário.

[…]

Grupo III
A figura representa as cargas difusas de azoto na região hidrográfica Minho e Lima.

1. Mencione as duas principais bacias hidrográficas que integram esta região hidrográfica.
2. Identifique a origem provável do facto representado, referindo o impacte das cargas de azoto sobre os cursos de água desta região.

[…]

Aqui estão seis questões de preparação para o exame, no Scribd podem consultar e guardar a ficha completa com todas as questões (treze no total) e as respectivas soluções.

Geografia 7.º Ano – Dinâmica de uma Bacia Hidrográfica e Mapa das Bacias Hidrográficas de Portugal Continental

Dinâmica de uma bacia hidrográfica
– A água, na superfície terrestre, está em constante movimento, permitindo uma constante modelação da paisagem.
– Essa modelação está a cargo, em grande parte, dos rios que são um dos mais importantes elementos do ciclo hidrológico.


Fonte: SNIRH, consultado a 1 de março de 2020.

Geografia 7.º Ano – Mapa da Rede Hidrográfica de Portugal Continental

Mapa da Rede Hidrográfica de Portugal Continental

Fonte: SNIRH, consultado a 1 de março de 2020

Geografia 7.º Ano – Como se organizam os Rios? Definição: Rede Hidrográfica, Bacia Hidrográfica e Erosão Fluvial

Como se organizam os rios?

Rede hidrográfica: Conjunto de cursos de água constituído por um rio principal e respetivos afluentes.
Bacia hidrográfica: Área constituída por terras cujas águas escorrem para um rio e seus afluentes.
Erosão fluvial: Designa-se erosão fluvial a que é provocada pelos rios e cursos de água.
– As ações de erosão fluvial são três: Desgaste, Transporte, Acumulação.

Geografia 7.º Ano – Definição de Regime, Rio, Leito e Caudal.

Definições:

Regime: variação de do caudal de um rio ao longo do ano.
Rio: curso de água permanente que corre num leito escavado e alargado por si próprio.
Leito: área ou superfície coberta pela água de um rio.
Caudal: quantidade de água de um rio que passa numa secção do seu leito. Exprime-se em m³/s.

Geografia 7.º Ano – Os principais rios de Portugal Continental

Os principais rios de Portugal Continental

– Douro e Mondego são do norte, o Tejo do centro, Sado e Guadiana ficam no sul. Estes são os cinco rios mais importantes de Portugal que apresentamos nesta infografia. Entra na corrente e descobre as diferenças entre eles.
– Os rios são cursos de água doce que provêm da nascente, situada normalmente numa encosta, e desaguam na foz, que pode ser o mar, outro rio ou até um lago.
– Os principais rios portugueses são os que têm um maior caudal, seja porque recebem água de rios mais pequenos, chamados afluentes, ou porque estão localizados numa zona onde a chuva é abundante, como acontece no norte do país.
– Sabias que muitos dos nossos rios nascem em Espanha e desaguam no oceano Atlântico?


Figura 1 – Infografia dos principais rios de Portugal Continental.

Fonte: RTP Ensina, consultado a 1 de março de 2020.

Geografia 7.º Ano – Como se movimenta a água na superfície terrestre?

Como se movimenta a água na superfície terrestre?
– A água, na superfície terrestre, está em constante movimento, permitindo uma constante modelação da paisagem.
– Essa modelação está a cargo, em grande parte, dos rios que são um dos mais importantes elementos do ciclo hidrológico.
Para mais informação podes consultar a publicação Ciclo Hidrológico, do meu Blog.


Figura 1 – Ciclo Hidrológico.

Fonte: Porto Editora, consultado a 1 de março de 2020

Geografia 7.º Ano – Grandes formas do relevo terrestre

Grandes formas do relevo terrestre:

– Os montes Apalaches (E.U.A.);
– A cordilheira dos Himalaias (Ásia);
– A cordilheira dos Andes (América do Sul);
– Sierra Madre (México);
– Pirenéus (Europa);
– Alpes (Europa);
– Montes Urais (Fronteira Europa – Ásia);
– Planalto do Decão (Índia);
– Planalto de Etiópia (Etiópia);
– Planície Australiana (Austrália);
– Planície Siberiana (Rússia);
– Planície Central Europeia (Europa);
– Planície do Mississípi (E.U.A.);
– Planície Amazónica (América do Sul);
– Planície da China (China);
– Planície do Paraná (América do Sul);
– Os montes Atlas (Norte de África – Marrocos).


Legenda: Grandes formas do relevo terrestre

Notícias – Jovens activistas do clima convidam Greta Thunberg a vir a Portugal

Grupo português pede ajuda a Greta Thunberg para alertar os políticos portugueses sobre o risco ambiental de construir um aeroporto no Montijo, e outros problemas nacionais causados pela poluição e o aquecimento global.
Os jovens portugueses que participam no movimento Greve Climática Estudantil querem a activista adolescente Greta Thunberg em Portugal e enviaram uma carta aberta a convidá-la. Parte do objectivo é ajudar o grupo a alertar os políticos portugueses sobre o perigo de decisões como a construção de um novo aeroporto no Montijo e o desaparecimento de árvores no sul do país devido às mudanças climáticas.
Como Thunberg vai estar em Madrid entre 2 e 13 de Dezembro para a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2019 (COP25), a ideia é que a jovem faça um desvio por Portugal alguns dias antes.

Notícia completa: Greta Thunberg – Portugal

Fonte: Público, consultado a 10 de novembro de 2019.

Geografia 7.º Ano – Principais formas de relevo

Principais formas de relevo:

– Montanha:
forma de relevo de grande altitude, normalmente superior a 1000 metros, com declives acentuados.
Exemplos: Montanhas Rochosas, no continente americano; Montanhas do Cáucaso, no continente europeu; Quilimanjaro, no continente africano, Himalaias, no continente asiático.

– Planalto:
forma de relevo com altitudes superiores a 100 metros, em relação à área circundante, com o topo aplanado, muitas vezes rodeada por vertentes íngremes.
Exemplos: Planalto Central da Rússia, no continente europeu; Planalto do Tibete, no continente asiático.

– Colina:
pequena elevação de cume mais ou menos arredondado e de vertentes pouco íngremes, geralmente inferiores a 400 metros.
Exemplos: Colina Escocesa, no continente europeu.

– Planície:
forma de relevo geralmente extensa, com altitudes médias inferiores a 300 metros tendo, por isso, uma aparência plana com suaves ondulações.
Exemplos: Grandes Planícies, no continente americano; Planície Húngara, no continente europeu; Planície Amazónica, no continente americano (América do Sul).

– Vale:
forma de relevo resultante da junção de duas vertentes, com uma altitude inferior à das áreas envolventes.
Exemplos: Vale do Douro, no continente europeu.