Geografia 8.º Ano – Evolução da População Mundial

1. Observa atentamente o gráfico da Evolução da população mundial.

evolução população mundial

Ficha completa no Scribd: Ficha Completa

Geografia 10.º Ano – Nascimentos em Portugal no ano de 2020.

“”Teste do pezinho” regista mais crianças nascidas no primeiro semestre, valor mais elevado desde 2017.
(…)
O número de nascimentos em Portugal aumentou ligeiramente no primeiro semestre deste ano, totalizando 42.149, mais 11 face a igual período de 2019, segundo dados baseados no “teste do pezinho”, que cobre a quase totalidade dos nascimentos.
Segundo os dados do Programa Nacional de Diagnóstico Precoce (PNDP), coordenado pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), este é o valor mais elevado desde 2017, ano em que foram rastreados 41.689 bebés nos primeiros seis meses do ano.
Comparando com o primeiro semestre de 2015, em que nasceram 40.119 bebés, observou-se um aumento de 5,5% este ano.
Janeiro foi o mês que registou o maior número de “testes do pezinho” realizados (8.043), seguido de março (7.182), abril (7.067), junho (7.048), maio (6.910) e fevereiro (5.899).
De acordo com os dados avançados à agência Lusa, Lisboa foi a cidade que registou o maior número de nascimentos (12.478), seguida do Porto (7.707) e de Braga (3.283).
Nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores nasceram 859 e 1.016 bebés, respetivamente.
Os números indicam que, no total, 2019 foi o ano que registou o valor mais alto dos últimos quatro anos, com 87.364 recém-nascidos estudados. Em 2018, tinham sido 86.827 e no ano anterior 86.180. (…)”

Artigo completo: Observador, 28 julho 2020, 00:17. Consultado a 8 de dezembro de 2020.

Notícias – Póvoa de Varzim: Hospital chega ao parto 1000 pela primeira vez em 7 anos

O Serviço de Obstetrícia do Centro Hospitalar Póvoa de Varzim – Vila do Conde (CH) realizou hoje o parto número 1000 do ano de 2018.

A pequena Diana nasceu às 10h40 de parto natural. Os pais, Luís e Kateryna, vivem no Porto e escolheram o CH pelas “boas práticas implementadas, quer no nascimento, quer no período de preparação para o parto”, refere o hospital em comunicado.

Desde 2011 que esta marca dos 1000 não era atingida. Para o CH, ela traduz “o trabalho que tem vindo a ser implementado pelo Serviço de Obstetrícia”, e o Conselho de Administração enaltece “o investimento feito nas práticas de excelência, bem como o brio e o empenho de todos os profissionais”.

Em paralelo, o agradecimento é reiterado “junto dos casais que escolhem o CH para o nascimento dos seus bebés, confiando na excecional equipa que eleva a um patamar de referência esta vertente essencial da missão de cuidar”.

Fonte: Mais Semanário, consultado a 26 de dezembro de 2018