Preparação para o Exame Nacional de Geografia: Áreas Urbanas

1. Classifique, como verdadeira ou falsa conda uma das seguintes afirmações. Corrija as afirmações
consideradas falsas mantendo-as na afirmativa.
a) As funções associadas ao CBD tendem a deslocalizar-se para outras áreas que, pela sua acessibilidade, se vão constituindo como novas centralidades.
b) Na fase centrífuga, a população diminui no centro da cidade e dá-se o crescimento demográfico e das atividades económicas das áreas urbanas envolventes.
c) A suburbanização tem alguns impactes territoriais negativos, como a destruição dos solos agrícolas e de solos ocupados com floresta e a falta de equipamentos sociais das novas áreas residenciais.
d) Nas respetivas áreas metropolitanas, os concelhos de Lisboa e do Porto foram os que registaram um maior crescimento demográfico nas últimas décadas.
e) Nas cidades, a saturação das diferentes infraestruturas nunca é problema porque estas, geralmente, expandem-se à medida das necessidades da população.

Soluções: Continuar a ler Preparação para o Exame Nacional de Geografia: Áreas Urbanas

Geografia 11.º Ano – As condições de vida urbana

3.2 – As áreas urbanas: dinâmicas internas
3.2.4 – Problemas urbanos
3.2.4.2 – As condições de vida urbana

– Com o rápido crescimento de algumas cidades portuguesas, surge:
• Especulação imobiliária;
• Espaços sem qualidade estética;
• Espaços poucos funcionais e sociais;
• Diminuição do bem-estar e da qualidade de vida;
• Aumento dos níveis de poluição;
• Isolamento social;
• Falta de espaços verdes;
• Insegurança;
• Destruição do património histórico;
• Destruição do património arquitectónico.

Geografia 11.º Ano – As questões urbanísticas e ambientais

3.2 – As áreas urbanas: dinâmicas internas
3.2.4 – Problemas urbanos
3.2.4.1 – As questões urbanísticas e ambientais

Problemas económicos e sociais:
• Habitação degradada;
• Desemprego;
• Exclusão social;
• Especulação imobiliária;
• Aumento do tráfego automóvel;
• Bairros de lata.

Problemas ambientais:
• Poluição sonora;
• Poluição atmosférica;
• Diminuição da qualidade de vida;
• Produção de resíduos sólidos.