Exame Nacional de Geografia 2021 – 1.ª Fase – Áreas Costeiras, Desenvolvimento Sustentável, Áreas de Produção Aquícola inshore de Moluscos Bivalves, Laguna de Aveiro

Exame Nacional de Geografia 2021 – 1.ª Fase – Versão 1
Questão 2

2. As áreas costeiras assumem uma importância estratégica em termos ambientais, económicos, sociais, culturais e recreativos, pelo que o aproveitamento das suas potencialidades e a resolução dos seus problemas exigem uma política de desenvolvimento sustentável.
Na Figura 2, estão representadas as áreas de produção aquícola inshore de moluscos bivalves (RIAV1, RIAV2 e RIAV3), na laguna de Aveiro

2.1. Na Figura 2, a forma de relevo litoral identificada pela letra X é
(A) uma restinga, que resulta da acumulação de areias fluviomarinhas.
(B) uma ilha-barreira, que resulta da construção de estruturas de proteção.
(C) um istmo, que resulta da deposição de areias fluviomarinhas.
(D) um cordão litoral, que resulta da acentuada ação erosiva do mar.

2.2. A produção aquícola inshore representada na Figura 2 ocorre em águas de transição e em sistema extensivo.
Refira, justificando, um aspeto positivo e outro negativo deste tipo de produção.

2.3. Na Figura 2, a distância real, em linha reta, entre o ponto mais a norte e o ponto mais a sul do RIAV1 é, aproximadamente,
(A) 25 km.
(B) 30 km.
(C) 35 km.
(D) 40 km.

Correcção: Aqui
Fonte: Iave, consultado a 13 de setembro de 2021.

Exame Nacional de Geografia 2020 – Época Especial – Formas de Relevo do Litoral, Aquicultura

Exame Nacional de Geografia 2020 – Época Especial
Questão 11

11. Na Figura 6, são apresentadas imagens de satélite onde se identificam formas de relevo do litoral português.

11.1. Das imagens de satélite da Figura 6, aquelas em que se observa uma baía, estuários e ilhas-barreira são, respetivamente,
(A) Y, W e Z.
(B) S, Z e X.
(C) Z, S e W.
(D) W, X e Y.

11.2. A forma de relevo representada pela letra Z da Figura 6 resulta da
(A) ação da ondulação do mar no interior de uma baía.
(B) acumulação de sedimentos marinhos entre o continente e uma ilha, formando um istmo.
(C) acumulação de sedimentos fluviais e da ação das correntes marinhas.
(D) erosão nas arribas provocada por correntes marinhas que se deslocam no sentido sul-norte.

11.3. Refira, justificando, duas condições naturais favoráveis à exploração de aquicultura na área identificada pelo número 1, na imagem de satélite W.

Correcção: AQUI
Fonte: Iave, consultado a 11 de setembro de 2021.

Exame Nacional Geografia 2018 – 1.ª Fase: Fajã dos Cubres

15. A Fajã dos Cubres, na ilha de São Jorge, no arquipélago dos Açores, ilustrada na Fotografia A, é considerada uma área de paisagem protegida e está classificada como Sítio de Importância Internacional, atendendo às particularidades geográficas, ambientais e culturais. Nesta fajã, encontra-se uma zona húmida em contacto direto com o mar.

15.1. Identifique as formas de relevo litoral que, na Fotografia A, correspondem à letra M e à letra H.

15.2. Áreas do território como a ilustrada na Fotografia A apresentam potencialidades para um
desenvolvimento sustentável, que pode ser conseguido através de atividades económicas como

(A) o ecoturismo, devido à atratividade das condições geomorfológicas e biológicas.
(B) a extração de inertes, devido aos depósitos rochosos de origem vulcânica no sopé da vertente.
(C) a aquicultura intensiva, devido ao ambiente natural propício à cultura de moluscos e crustáceos.
(D) a salicultura, devido aos elevados quantitativos de precipitação ao longo do ano.

16. Na Região Autónoma dos Açores, existem Zonas Especiais de Conservação (ZEC) e Zonas de Proteção Especial (ZPE) que integram a Rede Natura 2000 devido

(A) à paisagem criada pela existência de vulcanismo ativo.
(B) ao valor social e cultural das paisagens naturais.
(C) à valorização turística das zonas de proteção terrestre e marítima do litoral.
(D) ao valor científico associado à conservação da flora e da fauna selvagem.

No Scribd podem consultar e guardar a ficha e as respectivas soluções.

Geografia 10º Ano – A rentabilização do litoral e dos recursos marítimos

Ideias fundamentais para a rentabilização do litoral e dos recursos marítimos:
– Vigilância das águas nacionais;
– Racionalização do esforço de pesca;
– Aquacultura;
– Planos de Ordenamento da Orla Costeira;
– Turismo.