Notícias: Fim de semana chega com chuva e descida das temperaturas

Uma nova vaga de chuva e a descida das temperaturas compõem o menu do tempo em Portugal continental este fim de semana devido à passagem de uma frente fria. Confira a previsão!

Hoje está a ser um dia marcado pela presença acentuada de nebulosidade em grande parte do território, embora haja períodos de céu limpo, especialmente no interior. Depois de uma quinta-feira particularmente chuvosa, especialmente no norte litoral, uma nova vaga de precipitações está a caminho de Portugal continental, descarregando aguaceiros ainda mais potentes já a partir de amanhã, sábado.

Associada a esta frente fria, perturbação frontal de atividade débil a moderada, existirá um notável arrefecimento da atmosfera que resultará no incremento da humidade e na descida das temperaturas. Esta situação é evidente ao analisarmos as previsões traçadas no modelo ECMWF que projeta aguaceiros nas regiões Norte e Centro, sendo que desta vez, a região Sul não escapa, exceção feita ao distrito de Faro.

No domingo a frente fria já se terá dissipado, embora se desenhem no firmamento períodos de céu muito nublado, especialmente nas áreas do litoral. Neste dia, as temperaturas começam a subir ligeiramente, antecipando-se uma subida dos valores nos termómetros para a próxima semana.

Já com o centro de altas pressões bem afastado do nosso país, ficou uma via aberta para a entrada de perturbações frontais procedentes de Noroeste de Portugal continental. Os aguaceiros serão de fraca intensidade, mas em pleno verão são sempre uma novidade, não só porque amenizam o calor que se tem vindo a sentir como também atenuam a sitação de seca meteorológica. Ao mesmo tempo, as temperaturas vão sofrer uma descida, impossibilitando as habituais idas à praia ao fim de semana, sobretudo na manhã e tarde de sábado. Há que esperar pelo domingo.

Notícia completa: Fim de semana chega com chuva e descida das temperaturas
Fonte: tempo.pt

Notícias: O tempo na segunda quinzena de julho

Será que o verão vai finalmente afirmar-se em Portugal? O que nos reserva a atmosfera… trovoadas, aguaceiros e frescura, ou calor e idas frequentes à praia? Contamos-lhe tudo aqui.

Metade do mês de julho já passou e, depois de vários dias frescos e de tempo ameno em relação ao resto da Europa, que viveu episódios de calor verdadeiramente severos, o nosso país também foi alvo de trovoadas, aguaceiros e quedas de granizo localmente intensas nos últimos dias. De resto, a atmosfera tem proporcionado um ambiente ora nublado e relativamente fresco, ora de céu limpo e tempo abafado. A instabilidade do tempo e a variabilidade dinâmica da atmosfera já tinham sido projetadas em antemão na nossa previsão mensal.

Segundo o modelo ECMWF, hipotetiza-se um cenário de calor persistente com temperaturas acima dos valores de referência na quarta semana do mês. As cartas sinóticas demonstram tendência para incremento do calor nos últimos dias de julho. Este cenário não está definitivamente confirmado, mas seria bastante prejudicial se se confirmasse por várias razões, especialmente no que toca aos grupos populacionais com maior vulnerabilidade.

Notícia completa: O tempo na segunda quinzena de julho
Fonte: Tempo.pt